domingo, 26 de fevereiro de 2012

Tive pensando cá com meus botões, o quanto é falha nossa escola, sim a escola, período que grande parte de nós é formado, local onde lições são passadas e todo blábláblá(que não serviram de nada), na formação do individuo e é facilmente dialogável com nosso subconsciente em formação, claro que estou falando que as coisas se tornariam mais fáceis, mas não falo das odes as dificuldades, que a partir de tal nasce a birra e a persistência, falo que veríamos coisas que são iminentes a nossa vida, uma aceitação de alguma forma mais bem vinda, sem gerar em nós aquele sentimento que aperta, o nó no peito, a porrada em cada diástole.Sim eu sei, adquirimos esse aprendizado no decorrer da vida e o dia a dia se encarrega com seu esquecimento diário e correria de ajudar no processo, mas não tive como não imaginar como seriamos se esse processo fosse trabalhado na escola, talvez teríamos menos pessoas carentes e depressivas,loucas todos iriam ver como processo de vida, crescimento de vida, vivencia e não como a maior mazela do mundo, que ao decorrer da vida vamos recebendo...enfim era isso, a dias isso me agoniava para pensar numa possibilidade assim,seria interessante, teríamos mais tempo para absorver o belo e bom, teríamos um outro olhar para as coisas,mas nem todos encontramos pais acessíveis, professores acessíveis ,amigos acessíveis ou até mesmo nós próprios acessíveis para dizer cara viver doí meeeeesmo, viva! e deixe morrer.

Como diria Gaiman :
Estou fazendo uma lista das coisas que não te ensinam na escola. Não te ensinam como amar alguém. Não te ensinam como ser famoso. Não te ensinam como ser rico ou como ser pobre. Não ensinam como se afastar de alguém que você já não ama mais. Não te ensinam como saber o que outra pessoa está pensando. Não te ensinam o que dizer para alguém que está morrendo…
A escola te ensina tudo, menos o que vale a pena ser aprendido.




2 comentários:

Amapola disse...

Boa noite.

É...
O que a escola não ensina, a vida ensina e não dá o oportunidade de passar à limpo.

Um grande abraço.
Maria Auxiliadora (Amapola)

Ceição. disse...

é bem verdade =)